Amor

Tudo é momentâneo

Ta faltando amor. Aquela coisa boba quando você conhece alguém que mais tarde pode se tornar O alguém.
Aquele sorriso frouxo quando os olhos se encontram, as penas tremem e as mãos soam frio.
A súbita vontade de se arrumar só pra ir na padaria no final da esquina, pois você sabe que pode esbarrar com ele/a por ai.
Os devaneios constantes, que quando cortado por alguém ou algo, te fazem perceber que o sorriso bobo ainda tá no rosto.
Falta vontade. Aquela imensa e indomável vontade de conquistar a outra pessoa, como fazemos no começo.. damos o nosso melhor, fazemos o nosso melhor, só pra sermos admirados por quem queremos ser amados.
Aquela coisa momentânea, quando você faz tudo pra conquistar o coração da outra.
Ai que tá, é tudo momentâneo. Chega, faz o que “deve” e pronto, acabou. Desde o começo é assim.
Tem o momento do começo, o da conquista, o da recompensa, o da felicidade infinita, o da saudade do começo e o momento, o triste momento da falta de amor.
E vai ser assim, vai ser um círculo onde passaremos várias e várias vezes, até encontrarmos alguém que faça esse círculo se transformar numa estrada.
Antes disso, tudo não se passará de momentos.

Com amor, Ariane Moura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s