Amor

Nada muda tanto as pessoas quanto o amor.

Conheci você à um ano e meio atrás. Lembro exatamente de tudo. Onde te vi, como você estava, o que você fez que me encantou e eu lembro, a primeira vez que a gente saiu.
Lembro como era seu jeito e quais eram as tuas manias. Lembro que você era duro igual pedra e frio igual gelo, desculpe-me me expressar desse jeito, mas você não era o tipo de pessoa que eu me apaixonaria. 
Mas eu me apaixonei.
Desde quando te conheci, eu tinha a certeza de apenas três coisas.
Primeira: Eu iria me apaixonar.
Segunda: Alguém o magoará antes, que o tornará do jeito que era agora.
Terceiro: Eu podia fazer você ser mais feliz.
Então eu fui entrando na sua vida e trazendo comigo o amor que tenho no peito e alma. Eu trouxe a paz. A alegria. A compaixão. Eu trouxe o que você precisava. Eu me tornei alguém que você pudesse amar e receber o amor de volta. 
Um ano e meio depois, eu olho pra você e aquela frase clichê me vem a cabeça: “passou da água pro vinho”.
Hoje eu vejo amor nos teus olhos. Hoje eu vejo felicidade nos teus sorrisos. Hoje eu vejo paz na tua alma e calma no teu coração. 
O ódio endureceu você à um ano e meio trás, e hoje o amor te tornou vivo.

Com amor, Ariane Moura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s