Relacionamentos

O momento

Estou tentando encontrar o exato momento em que a gente se perdeu. Estou tentando achar o dia em que a gente colocou o amor das palavras em alguma gaveta do quarto e acabou perdendo.
Estou tentando achar o amor que guardamos em baixo da cama nos momentos de briga e que depois disso sumiu como fumaça.
Nós perdemos o jeito de falar um com o outro, perdemos o carinho e o amor visível nas expressões.
Lembro-me dos momentos em que nós tivemos de paz, os momentos em que nós usavamos o amor em pró da nossa felicidade. Aqueles momentos quando a gente não brigava, quando a gente não discutia, quando a gente não se magoava.
Quando a gente ainda media o que falava e quando os “eu te amo” saiam puros e simples, não que não fossem assim depois de um tempo, mas perderam a intensidade e a vontade.
Estou tentando achar a exata hora em que o orgulho se sobrepôs ao amor e as brigas ganharam dos sorrisos, após encontar esse momento, talvez, eu possa recomeçar a reintegrar nossos sentimentos, se é que ainda existem.

Com amor (ou não), Ariane Moura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s