Vida

As piores batalhas 

Nascemos com milhares de lugares para ir, pessoas para conhecer e desafios para vencer. 
De todos os caminhos que poderíamos escolher percorrer, o mais difícil ao meu ver, é aquele caminho em que não podemos deixar que a chama da vontade se apague. Aquela em que devemos manter a fé e a coragem independente das circunstâncias e ir de peito aberto ao encontro do inesperado que tanto desejamos. 

Mesmo mergulhados em um mar de “agora não é a hora”, “talvez” ou “você não vai conseguir”, a pior batalha é viver com a frustração de querer ser algo que não conseguimos e deixar que os problemas transbordem dentro da alma a ponto de despencarem pelos olhos. 

É tentar ser você mesmo, vivendo em um mundo que todos se esforçam pra tornar todos iguais, seguindo regras e padrões. Seguindo gerações e gerações que querem te mostrar o que é certo, quando você só quer que exista felicidade.

Descobri então, que não preciso lutar contra todos, eu só preciso me guiar pelo que eu acredito e quero.

Devo fazer a minha parte, sempre correndo atrás do que desejo e desistindo do que não me leva pra frente, mas tem coisas, que só o tempo irá dizer, se é ou não pra ser.

Ariane Moura 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s