Relacionamentos

Escrevendo Sentimentos

Trilha Sonora  Lana Del Rey – Video Games (Legendado)

Estou te escrevendo sem saber se um dia isso chegará aos teus olhos, se um dia enviarei numa carta ou telegrama falado, quem sabe.
Estou escrevendo porque meu peito bate e apanha tentando entender o que aconteceu com você, com nós.
Acordei certo dia, sem saber se te amava.
Tentei encontrar um motivo no meu coração, pra continuar segurando sua mão e continuar vivendo dias admirando a beleza dos nossos corações apaixonados.
Tentei encontrar um motivo pra acreditar que, apesar de não ser fácil e nossos caminhos andarem nos trilhos da tristeza, haveria sempre amor pra colocar paz onde não tinha.
Porque se tínhamos amor, tínhamos o mundo.
Acordei sem saber o que pensar, olhei pro lado, te vi sorrir enquanto dormia e percebi que era bom te amar.
 Porque meu amor por você era limpo e transparente como água. Não havia esconderijos ou jogos, era fácil chegar e dizer que eu amava você e queria fazer do nosso amanhecer, um incrível renascer.
Era fácil acordar e pensar que além de ser bom te amar, era bom me sentir amada.
Era bom saber que eu tinha com quem contar, amar, tomar café ou perguntar: “como foi o dia?”. Coisas tão cotidianas que ninguém mas faz.
Mas chegou um momento que minha alma entristeceu e a sua morreu.
Não sei exatamente porquê estou escrevendo, mas se você estiver lendo, saiba que cada pequeno espaço do meu coração e da minha alma foi tua.
Saiba que até o último dia, o último suspiro, o último adeus ao teu lado, foi sincero e carregado de amor.
Mesmo quando tudo estava caindo e eu estava com medo do que estava por vir, eu achei que podíamos resolver e quem sabe um dia ver, nossas milhares de viagens marcadas… Concluídas.
Nossa vida daqui 2, 5 ou 10 anos, ainda entrelaçadas.
Estou escrevendo, porque eu sinto muito, por nós não termos sido tudo.
Meu peito se entristece em saber, que nada vamos ser, e em pensar que um dia chegamos a nos amar, mas não soubemos nos completar.
Estou escrevendo pra desabafar e dizer, que as pessoas são as coisas mais importantes de nossas vidas. Os lugares que vivermos, vão mudar. Os empregos que conseguimos e lugares que estudamos, vão mudar.
As pessoas que conhecemos e amamos de verdade, vão marcar, ficar e apoiar, quando mais precisarmos e enquanto nos restar ar.
Estou escrevendo porque eu sinto muito, por você não ter sido mais.
Ariane Moura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s