Amor

Oceano Infinito

Nesse oceano infinito
Perdi a direção no desconhecido
Vivi maravilhas que de repente eram destruídas

Pela onda que vinha batendo
Sem perguntar se tinha alguém ali
Que acabaria sofrendo

Nesse oceano infinito
Esbarrei com o medo da solidão
Mal eu sabia que a solidão era minha atração

Vivi sóis só
Chuvas só
Ventanias só

Para poder navegar até você
E então entender que a vida
É navegar no desconhecido

A vida é se assustar com ondas grandes
Mas perceber que elas te empurram
Para chegar em algum lugar

Sem saber onde iria chegar
Nadei até teus braços
Onde neles pude habitar sem medo de me afogar

Ariane Moura 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s