Relacionamentos

Debaixo dessas roupas

Coberta de roupas me sinto nua
Me sinto nua por saber que um dia fui sua
E era tão fácil me despir e te mostrar
O que ficava por baixo dessas roupas
Dessa pele branca, tecido e ossos

Coberta de pele e ossos, me sinto nua
Como se meu corpo fosse uma folha em branco
Você vira de um lado, de outro e é quase transparente
Da pra ver os amassados nas pontas
As marcas de uso, rabiscos de palavras escritas erradas ou versos escritos certos

Embaixo desse amontoado marcas e rabiscos, eu fui sua
Você ultrapassou cada camada da minha pele branca
Chegou ao meu coração e o despiu,
Junto com o medo de ser nua e sua

Minha pele estava nua
E tudo bem, porque você me cobria por inteiro
Meus cobertores, eram suas mãos ao me acariciar
Suas palavras ao me tocar
Seus olhos ao me olhar
Com você, por mais vestida que eu estivesse

Estava por dentro, sempre nua
Crua
E Sua.

Ariane Moura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s